Educação Física

Importância da Educação Física dos 2 aos 10 anos

A educação física pretende promover o desenvolvimento e aperfeiçoamento das qualidades naturais, do ser humano, tendo como resultado o desenvolvimento integral, e a formação geral do indivíduo a partir do momento em que lhe proporciona estímulos cognitivos, efetivos e motriz, permitindo dessa forma a aquisição de habilidades, atitudes e hábitos para  um desenvolvimento harmonioso mediante as suas necessidades e interesses nas diferentes etapas da vida.

Proporcionando uma série de experiências e oportuni­dades desafiantes e diversificadas, a prática da Educação Física a partir dos 2 anos irá criar oportunidades para a criança conhecer e usar melhor o seu corpo, criar uma imagem favorável de si mesma, participar em formas de coo­peração e competição saudável, seguir regras para agir em conjunto e a organizar-se para atingir um fim comum aceitando e ultrapassando as dificuldades e os insucessos.

Também na Área da Formação Pessoal e Social, a Educação Física promove o desenvolvimento da independência e autonomia das crianças, o desenvolvimento das suas relações sociais e promove estilos de vida sau­dável, fomentando a prática regular do exercício físico e o contacto com a natureza.

Andebol - Desporto para Todos

A prática de qualquer desporto durante a infância, pressupõe a realização da mesma sempre com um traço recreativo, promovendo no jogo, o seu princípio da brincadeira. A criança deve entrar no jogo por livre e espontânea vontade, procurando primeiro a busca do prazer da própria ocupação e movimentação física. Muito antes de estabelecer qualquer tipo de ideia de competição, é importante que a criança veja na prática desportiva uma fonte de bem-estar e de desenvolvimento.

O Andebol, sendo um desporto assente nas Habilidades e Capacidades Motoras Base, promove nas crianças um grande desenvolvimento das mesmas, assim como um sentimento de conquista permanente, pois os exercícios e jogos, baseiam-se muito mais nas suas próprias capacidades físicas individuais, e não tanto na habilidade em como se controla e maneja a bola. Receber /agarrar (bola adaptada ao tamanho das mãos das crianças); driblar (muito pouco) e lançar/passar (remate e passe), são as Habilidades Motoras necessárias.

É um Desporto para Todos, onde a necessidade do desenvolvimento das Capacidades Motoras Base, como correr, saltar e lançar (atividades naturais e que as crianças gostam de fazer), sobrepõem-se numa primeira instância, ao desenvolvimento de Habilidades Motoras que muitas vezes condicionam a aceitação do desporto por parte das crianças. Além disso, sendo o andebol uma modalidade coletiva, e trazendo tudo o que de bom têm as modalidades coletivas, também promove e aceita o contato físico (desde que seja usado de forma legal) como parte do jogo, fazendo dessa forma que as crianças, melhorem a forma como veem e lidam com o seu próprio corpo e imagem.